Operadoras disponíveis para pagar até 48 milhões de euros/ano pelo uso das frequências 5G

Meo, Vodafone e NOS fazem contas para uma redução de cerca de 50% sobre o valor atualmente praticado no 4G, justificando que só assim haverá rápida expansão da quinta geraçao móvel.
Mesmo sem o Governo ter divulgado a sua estratégia para o 5G, assim como os preços do licenciamento das frequências que vão ser colocadas a leilão, existe já um “braço-de-ferro” não assumido com as operadoras, que já estabeleceram um teto do que estão dispostas a pagar para explorar a quinta geração móvel. Segundo avança o Público, as empresas de telecomunicações agarraram na calculadora e fizeram contas sobre qual o preço justo pela anuidade das frequências: 48 milhões de euros.

Para tal, as operadoras pedem uma redução acentuada das taxas praticadas atualmente, justificando que só assim conseguirão os investimentos adicionais necessários para expandir rapidamente a rede 5G, olhando para o exemplo da implementação do 4G em 2011, com o corte de 50%, o que deu origem a novos serviços e produtos. O Governo de Passos Coelho viria a aumentar 37% o valor em 2014 e depois 11% em 2017, no primeiro mandato de António Costa.

Nesse sentido, as três principais empresas de telecomunicações não consideram viável que a taxa do espectro do 5G custe no total “muito mais que 100 milhões de euros”, como a taxa de utilização deve também sofrer uma redução de 50%, para valores semelhantes aos praticados antes dos dois agravamentos referidos.

Nas contas das empresas, o custo atual por MHz é de 90.800 euros, e deve ter 50% de desconto, passando para 45 mil euros por MHz. E mesmo com esta redução, o Estado ainda amealha quatro milhões por ano, segundos as informações que o jornal teve acesso. Atualmente, o espectro utilizado nas operações móveis permite ao Estado encaixar 44,2 milhões de euros. Para o 5G, serão atribuídos mais 563 MHz, aumentando para mais do dobro a quantidade do espectro atualmente em utilização, 487 MHz.

Operadoras disponíveis para pagar até 48 milhões de euros/ano pelo uso das frequências 5G was last updated Fevereiro 13th, 2020 by APWPortugal
« Voltar ao Notícias