APW tem 11 milhões de euros para gerir contratos de antenas móveis em Portugal

A recém-constituída APW Portugal quer posicionar-se “como uma alternativa para capitalizar o aluguer” das antenas e torres para telemóveis em Portugal. É assim que a subsidiária portuguesa do fundo de investimento norte-americano explica o objectivo da sua entrada no mercado português, onde prevê investir 11 milhões de euros nos próximos três anos. A empresa actua “como intermediária entre proprietários de imóveis e operadoras de telecomunicações”. Ou seja, na prática adquire os direitos dos contratos de arrendamento que os proprietários de imóveis têm com as operadoras, “oferecendo-lhes capital a pronto pagamento em troca do aluguer que iriam receber mensalmente e proporcionando-lhes uma alternativa para capitalizar o aluguer associado a essas infra-estruturas”, detalha a APW Portugal em comunicado enviado às redacções.

APW tem 11 milhões de euros para gerir contratos de antenas móveis em Portugal was last updated Setembro 4th, 2018 by APWPortugal
« Voltar ao Notícias